Sanidade e Nutrição

-


PROGRAMANDO UM BEZERRO DE QUALIDADE 

Bezerros nelore branco e marrom no mangueiro


A pecuária de corte brasileira é baseada em pastagens, que possuem uma sazonalidade de produção e de qualidade muito alta durante o ano. Considerando as recomendações das estações de monta (outubro a janeiro) e de parição (julho a outubro) para o Brasil, percebemos que os terços médio e final da gestação normalmente acontecem na época seca, quando a disponibilidade e qualidade dos pastos são afetadas negativamente, oferecendo baixa qualidade e disponibilidade de nutrientes para as vacas.

Neste artigo, você vai aprender como programar um bezerro de qualidade, tendo a atenção correta para a suplementação das vacas e sabendo como produzir bovinos mais eficientes e com características de carcaça desejáveis.

  • Suplementação para vacas
  • Bovinos mais eficientes


Vacas e bezerros Nelore em ambiente com pastagens secas

O desempenho de bovinos do nascimento ao abate ou durante a produção de leite, pode ser influenciado pela dieta da mãe durante a gestação e lactação. A este fato chamamos de programação fetal, ou seja, efeitos indiretos da nutrição materna no desempenho e na qualidade dos produtos produzidos durante toda a vida do animal.



SUPLEMENTAÇÃO PARA VACAS 

Em pastagens secas (inverno) há grande chance de que as vacas sejam submetidas a uma restrição nutricional, caso não sejam suplementadas. Isto porque o teor de energia e proteína no pasto caem significativamente, não atingindo as exigências nutricionais totais para atender a mantença e gestação nesse período. Diante dessas limitações, devemos realizar uma suplementação estratégica para as vacas, buscando um bom estado nutricional, ou seja, um escore de condição corporal próximo de 3 a 3,5 (escala de 1 a 5), beneficiando o desenvolvimento do bezerro e o desempenho reprodutivo futuro das matrizes. 

Além disso, o gráfico abaixo mostra que o maior crescimento fetal ocorre no terço final de gestação, que coincide com esse período de restrição nutricional na maior parte do Brasil. No entanto, o primeiro e o segundo terço de gestação também são muito importantes para o bezerro. É no terço inicial da gestação que ocorre a formação dos órgãos, como o coração e o rúmen; também a formação da placenta, que é o veículo de transferência de nutrientes da mãe para o feto; e o aumento do número de células musculares (hiperplasia). 

No terço médio da gestação a produção de células musculares também é muito importante, e são nesses dois terços iniciais que serão definidos os números totais dessas células. Já o crescimento das fibras musculares do bezerro se concentra mais no terço final da gestação, ou seja, quando ocorre hipertrofia e acúmulo de gordura, que no futuro irão gerar o marmoreio dentro do músculo do animal.

Gráfico mostrando os impactos da restrição alimentar nas vacas de acordo com a fase da gestação

Adaptado de Du et al. (2010)



BOVINOS MAIS EFICIENTES 

Quando há restrição nutricional durante o período fetal, pode acontecer aumento da mortalidade neonatal, bem como disfunção intestinal e respiratória. Também pode ocorrer a diminuição do crescimento do tecido muscular, que reduz o número de fibras musculares e o marmoreio, diminuindo assim o peso corporal e de carcaça (Du et al. 2010).

Vacas Nelore com bezerros cruzados no pasto


Precisamos então olhar com bastante atenção para a suplementação das vacas durante a gestação e após o nascimento do bezerro. O objetivo é impulsionar o desempenho da progênie, pois assim melhoramos o peso dos animais ao desmame e o seu desempenho durante a recria e terminação, produzindo bovinos mais eficientes e com características de carcaça desejáveis (Underwood et al. 2010). Assim, é necessário que passemos cada vez mais a usar as tecnologias disponíveis, buscando minimizar as consequências de efeitos ambientais adversos e evitando risco de redução na oferta de alimentos. Com isso, certamente vamos aumentar a produtividade e a eficiência animal!



DU, M.; TONG, J.; ZHAO, J.; UNDEERWOOD, K.R.; ZHU, M.; FORD, S.P.; NATHANIEL, S.Z.P.W. Fetal programming of skeletal muscle development in ruminant animals. Journal of animal science, v.88, p.51-60,2010.

Ladeira, Márcio Machado; Rodrigues, Liziana Maria; Gionbelli, Mateus Pies. Programando o boi 777. In: Resende, Flávio Dutra; Siqueira, Gustavo Rezende; Oliveira, Ivanna Moraes. Entendendo o Conceito Boi 777. Jaboticabal: 2018. p.79-91.

UNDERWOOD, K.R.; TONG, J.F.; PRICE, P.L.; ROBERTS, A.J.; GRINGS, E.E.; HESS, B.W.; MEANS, W.J.; DU, M. Nutrition during mid to late gestation affects growth, adipose tissue deposition, and tenderness in crossbred beef steers. Meat Science, v.86, p.588-593, 2010.


Adriano Vinícius de Paiva Ferreira


Consultor Técnico – Elanco Saúde Animal

e-mail: adriano.paiva@elancoah.com

Murilo Chuba Rodrigues

Consultor Técnico – Elanco Saúde Animal

e-mail: murilo.chuba_rodrigues@elancoah.com


EM-BR-22-0060 



Siga a Elanco


Elanco e o logo em barra diagonal são marcas da Elanco e suas afiliadas ©️2021. Todos os direitos reservados. EM-BR-21-0079