Sanidade e Nutrição

Por Consultores Técnicos Elanco


A jornada sanitária do rebanho de cria e seus impactos na produção

Octaviano Pereira  | Elanco Saúde Animal

A produção pecuária é uma sucessão de eventos que ocorrem de forma ordenada (ou deveria ser), passando por diversos estágios, culminando na geração de renda ao seus envolvidos, seja aos produtores na comercialização ou aos seus colaboradores, pela prestação de serviços. A capacitação de todos os “elos” dessa longa cadeia produtiva é fundamental para o êxito do sistema como um todo. 

Rebanho de cria sendo pastorado por pecuarista à cavalo

Quando falamos da atividade de cria, operação crucial para a sustentabilidade dos sistemas pecuários de corte e leite, devemos levar em consideração aspectos elementares no que diz respeito à sanidade e nutrição das fêmeas bovinas. Apenas animais saudáveis têm condições de responder adequadamente às exigências que lhes demanda a produtividade. 

Ao longo das próximas edições de nossa coluna “JORNADA SANITÁRIA DO REBANHO DE CRIA” abordaremos aspectos relativos à saúde das vacas e suas crias, nas diferentes fases de vida, até que também se tornem as matrizes de um rebanho e venham a parir.

É o ciclo biológico de um dos mais incríveis animais do planeta, que são os bovinos e sua capacidade inigualável de converter os constituintes da forragem em carne, leite e força animal. 

Por tratar-se de um ciclo que se repete ao longo do tempo, devemos escolher um ponto de partida, ao qual voltaremos no fechamento das etapas em sequência.

Assim, o primeiro tema que abordaremos será o nascimento dos bezerros, visto que, comumente, a vida produtiva de um indivíduo passa a ser contada a partir dessa fase, mesmo sendo diretamente influenciada pelas etapas anteriores

Vamos discutir temas tais como cuidados neonatais, imunidade passiva via colostro materno, prevenção de bicheiras (miíase), diarreias ou pneumonias, afecções frequentes de acometer essa categoria

O status sanitário, condição nutricional e reservas corporais das mães são determinantes para o atingimento dos pesos à desmama desejados. Focaremos em estratégias de manejo para o desenvolvimento dos bezerros associadas às práticas para que possamos emprenhar as vacas novamente, em 60 a 90 dias pós-parto. 

Na sequência falaremos da fase de desmama, quando separamos bezerros machos e fêmeas, que seguem rumos distintos.

Visto nosso foco na cria, serão abordados os cuidados fundamentais na vida das bezerras, tornando-as novilhas saudáveis, conduzindo-as à puberdade, ao acasalamento e por fim manejando sua gestação, até desembocarmos no parto e concluirmos essa jornada que denominamos “JORNADA SANITÁRIA DO REBANHO DE CRIA”. 

O sucesso desse processo dependerá da correta adoção de medidas nutricionais e sanitárias que promovam o máximo desempenho animal. Sejamos parceiros nesta jornada. 

 

EM-BR-21-0052 

Siga a Elanco


Elanco e o logo em barra diagonal são marcas da Elanco e suas afiliadas ©️2021. Todos os direitos reservados. EM-BR-21-0079